Buscar
  • Ricardo Seoud

SHINICHI SUZUKI

Atualizado: Mai 26



SHINICHI SUZUKI foi um violinista e educador japonês que nasceu em 1898 em Nagoya. Seu pai tinha na época uma das maiores fábricas de violino do mundo e juntamente com seus 12 irmãos cresceram em meio a violinos e outros instrumentos fabricados pela família. Apesar de estarem dentro de uma fábrica e vendo os instrumentos como brinquedo, Suzuki nunca imaginava que o violino pudesse ter um som tão lindo, até que um dia, ao ouvir uma gravação do violinista Misha Elman tocando uma peça no instrumento, apaixonou-se pelo som e começou a aprender sozinho tentando imitar o que ouvia. Posteriormente foi convidado por um nobre japonês para estudar em Tokyo com Ko Ando e depois, em 1921, a convite do amigo, o Marquês Tokugawa, partiu para Berlim, na Alemanha, para estudar com o famoso professor de violino Karl Klinger.

Na Alemanha, Suzuki pôde conviver com pessoas de alto nível intelectual, onde conheceu e se tornou amigo de figuras muito conhecidas como Albert Einsten e também onde conheceu sua esposa, a cantora lírica Waltraud Prange.

Em 1929, Suzuki retorna ao Japão, onde cria um quarteto de Cordas com 3 de seus irmãos e fazem uma turnê pelo país, além disso, torna-se presidente de uma escola de música e também o regente da Tokyo String Orchestra.

Em um dia de ensaio com seus irmãos, no ano de 1933, Suzuki surpreendeu seus irmãos com uma afirmação que parecia óbvia para todos... TODAS AS CRIANÇAS NO JAPÃO FALAM JAPONÊS.


A partir dessa observação, Suzuki começa a pesquisar e desenvolver uma maneira de ensinar e desenvolver habilidades a partir do ensino do violino para crianças pequenas. A ideia era ensinar as crianças a aprender um instrumento musical com as mesmas lógicas com que todos aprendem o seu idioma materno: começando o mais cedo possível, sempre em contato com a música que iriam tocar e que os pais e professores fossem muito amorosos e motivadores em todo o processo. Esses então foram os princípios que ele considerou serem necessários para que todas as crianças desenvolvessem seus talentos, afinal, de acordo com Suzuki, toda criança nasce com talento, mas só desenvolvem se estiverem em um ambiente que realmente seja estimulante. Naquela época, essas ideias foram consideradas inusitadas, pois na maioria das vezes, para se aprender a tocar um instrumento, a criança deveria ter por volta de dez ou onze anos, saber ler e escrever além do estudo teórico da música. Além disso a maior parte das pessoas acreditavam que o talento musical era algo muito especial que apenas algumas pessoas tinham.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a fábrica de seu pai foi bombardeada deixando a família sem condições de se manter, Suzuki então decide se mudar para uma cidade onde começa a trabalhar construindo peças para avião. A situação no país era de extrema pobreza e tristeza e nesse ambiente, Suzuki começa a dar aulas para crianças órfãs e começa a aprimorar sua metodologia que ficou conhecida como a “Educação do Talento”.

Em 1946, Suzuki criou uma escola em Matsumoto, o “Talent Education Research Institute” que funciona até hoje, sendo também conhecida como International Academy of the Suzuki Method.

Foi então que na década de 1960, alguns professores dos EUA e Europa começaram a visitar Suzuki buscando conhecer o método, o idealizador e também seus alunos. E assim Suzuki, juntamente com alguns alunos, fizeram uma turnê pelos Estados Unidos em 1964 e pela Europa em 1973. A Turnê nos EUA foi chamada por alguns de “Impacto Suzuki” pelo fato de causar um despertamento em todo o ensino de música do país. Seus alunos tocavam tão bem que as pessoas se maravilhavam! Ninguém nunca tinha visto várias crianças tocando em tão alto nível e no primeiro momento, não entendiam que Suzuki apenas conseguia ensinar de uma maneira correta e que faltava apenas que fosse criado um caminho para que as crianças obtivessem sucesso.

O sucesso de sua metodologia atingiu todo o mundo. Alguns dos seus primeiros alunos como Toshiya Eto e Koji Toyoda foram violinistas reconhecidos mundialmente e após isso, uma enorme quantidade de solistas e músicos de grandes orquestras, começaram sua educação musical atrás do Método Suzuki (entre eles Hilary Hahn, Ray Chen, Julia Fisher, Sarah Chang entre outros).

Atualmente, existem mais de 8.000 professores treinados pela metodologia Suzuki e mais de 400 mil alunos em todo o mundo!

Suzuki foi um grande exemplo de ser humano, bondoso, educado e muito feliz e com isso, foi nutrindo a “força da vida” como costumava dizer. Ele faleceu aos 99 anos dando aulas em todo o mundo até o fim da sua vida. Ele recebeu vários títulos honorários, foi nomeado Tesouro Nacional Vivo pelo Imperador do Japão e também indicado ao Prêmio Nobel da Paz.

45 visualizações

₢ricardoseoud 2020 Todos os direitos reservados.