MÉTODO SUZUKI

Você já parou para pensar que TODAS as crianças falam a sua língua materna com naturalidade? E que aprenderam com as pessoas que a rodeiam? E já reparou que ninguém elogia outra pessoa por ter talento para falar seu idioma nativo? Foi a partir desses questionamentos que Shinichi Suzuki desenvolveu o seu método de Ensino de Violino, que mais tarde foi replicado para outros instrumentos.

Alguns pontos importantes:

TODA CRIANÇA É CAPAZ e todas têm enorme potencial de se tornarem músicos ou o que elas se proponham a fazer. Para isso precisam da colaboração dos pais e professores para motivá-los e guiá-los pelo processo de aprendizagem de qualquer habilidade com zelo, carinho e paciência;

O AMBIENTE é mais poderoso que a carga genética para determinar o que será alcançado e embora muitas pessoas acreditem em TALENTO “herdado”, é o AMBIENTE que determina o sucesso. Afinal, uma criança japonesa que for criada no Brasil, aprenderá Português e terá hábitos brasileiros, mesmo sendo geneticamente de outro país ou cultura;

O REFORÇO POSITIVO desenvolve o SUCESSO;

O Método Suzuki é a “ABORDAGEM DA LÍNGUA MATERNA”, então todo o conhecimento inicial é passado através dos processos de escuta, imitação, revisão e reforço positivo (tanto na sala de aula quanto no ambiente familiar);

Quanto MAIS CEDO uma criança começar, mais longe conseguirá ir, e quanto mais cedo, mais importante é a presença dos pais nas etapas iniciais. Aqui, começamos a partir dos 3 anos nos instrumentos e com recém-nascidos no nosso programa de “Educação Suzuki da Primeira Infância” (ou SECE);

Até uma certa idade, os pais participam de todo o processo de aprendizagem, desde a PRESENÇA NA SALA de aula quanto no acompanhamento da prática em casa. Isso propicia um ambiente seguro e afetivo para todos os envolvidos. Os pais não precisam ter nenhum conhecimento prévio do instrumento;

AS PEÇAS utilizadas no Método Suzuki foram pensadas e projetadas para introduzir conceitos, habilidades e revisar técnica musical de uma maneira desafiadora e evolutiva;

Todas as HABILIDADES ensinadas são divididas em pequenas etapas. Quanto mais complexa é a habilidade, menores e mais numerosas são as etapas;

Os alunos participam de DUAS AULAS semanais:

  • Aulas INDIVIDUAIS para que cada um tenha seu contato direto com o professor, e assim tendo a sua velocidade de aprendizagem respeitada;

  • Aulas COLETIVAS para que criem o hábito de tocarem juntas, revisem trechos e conceitos estudados e praticados na aula individual além de todo o reforço positivo de estarem em um grupo com o objetivo de fazer música;

O DESENVOLVIMENTO da criança como um todo é a parte mais importante, e não apenas a sua formação técnica no instrumento;

Suzuki tinha um objetivo maior que era “não criar apenas bons músicos, mas antes, bons cidadãos” pois acreditava que “se uma criança ouve boa música desde o dia de seu nascimento e também aprende a tocar, desenvolve sensibilidade, disciplina e perseverança. Conquista assim, um bom coração”. Sendo assim, nossa missão, através da música é contribuir com a formação humanística dos nossos alunos tornando-os pessoas melhores.

Se você tem interesse que seus filhos comecem a estudar pelo Método Suzuki, ficamos felizes que tenha chegado até aqui. E por isso te incentivamos a pesquisar mais sobre o Método Suzuki, observar aulas de outros alunos e marcar um encontro com um de nossos professores para continuarmos a nossa conversa sobre a metodologia.

E se você é adulto, não se preocupe!

A metodologia Suzuki funciona em qualquer idade!

₢ricardoseoud 2020 Todos os direitos reservados.